segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Dia do adulto

um bilhete amarelo com letra de adulto dizia:
salve o dia das crianças!
embrulho com fita
e dentro memória
de quatro giga:
para guardar as formalidades do mestrado.

outro embrulho, sem fita

espero que sobre algum espaço para salvar o dia.

10 comentários:

- Marechal Carleto - disse...

Escuta chansong que seu dia vai estar salvo!!!

Luiz Coelho disse...

prefiro que vc ouça Miles, o velho lobo que uiva distorcido!

Capitão Bunny disse...

MOH MANCADAO HEIN LUIZ:

"o velho lobo que uiva distorcido..."


aí fica mal neh

srsrs

Cosmunicando disse...

nem fita nem presente nem mestrado... fiquei a ver navios e bits.

Anônimo disse...

eu gostei :)
homoluddens

stepen wolff disse...

lobo who ?

Amendoa disse...

O dia do adulto sempre cai no dia que vence o aluguel...

Átila Siqueira. disse...

Adorei as vossas palavras nesse poema. Me pareceu falar da transitividade da vida, e da efemeridade das datas, que se tornam a forma de legitimar a exclusão de alguns da sociedade, enquanto se dá um dia para eles, mas apenas só um dia.

Tem post novo lá no meu blog, passa lá depois.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

claire disse...

o dia do adulto sempre cai na segunda-feira.

Pavitra disse...


e existe adulto? rsrsrs

existindo ou não, salvei...